Cirurgia de Catarata

Cirurgia de Catarata

A catarata é uma lesão ocular que atinge e torna opaco o cristalino (lente situada atrás da íris cuja transparência permite que os raios de luz o atravessem e alcancem a retina para formar a imagem), o que compromete a visão gradativamente. A evolução da doença costuma ser lenta, podendo afetar primeiro um dos olhos e só mais tarde o outro.

Principalmente pelo fato da Catarata ser a responsável pela maioria dos casos de cegueira no mundo, o Hospital Ver investe pesado no único tratamento da doença, que é o cirúrgico e que requer muita tecnologia.

A cirurgia de catarata consiste na quebra e aspiração do cristalino opaco, utilizando-se um laser e um aparelho com ultrassom (faco-emulsificação). São feitas incisões no olho para introdução de uma lente intraocular (LIO), ligada a um equipamento que aspira e dilui a catarata. O implante de uma LIO possibilita, além da restauração da visão, uma correção refrativa, ou seja, uma correção do grau dos óculos.

Exames necessários para realizar a cirurgia de catarata

Os candidatos à cirurgia de catarata devem ser avaliados por um de nossos oftalmologistas, que irá realizar uma série de exames oftalmológicos como acuidade visual, fundo do olho, pressão intraocular, topografia da córnea, ultrassonografia do globo ocular e um exame para cálculo da lente intraocular a ser implantada.

Tipos de anestesia

A cirurgia de catarata, na maioria dos casos, é feita apenas com colírios e uma sedação leve, exceto se o paciente tiver alguma contraindicação de saúde que necessite outro tipo de anestesia.

Como é realizada a cirurgia de catarata

A técnica atual é a cirurgia combinada com laser e facoemulsificação. O laser faz as incisões e ruptura da catarata e a facoemulsificação faz a remoção da catarata.
São feitas incisões menores de 3,5mm com um laser nos olhos. É inserida através dessa ruptura uma espécie de cânula no globo ocular, ligada a um equipamento ultrassônico que aspira e dilui a catarata.

Em seguida, é implantada uma lente intraocular através da incisão. Esta lente varia de pessoa a pessoa, pois, além do grau, existem lentes monofocais e multifocais. Quem decidirá qual a melhor lente será o médico, juntamente com o paciente.
Em todo o procedimento, o paciente fica deitado e é utilizado um microscópio para a visualização da cirurgia.

Após a cirurgia de catarata, o olho operado terá um curativo que pode ser feito com gaze, tampão de acrílico ou óculos escuros, dependendo da técnica utilizada. Serão receitados colírios por um período.

Por ser feito com uma técnica segura, o paciente é liberado logo após o procedimento, podendo voltar para sua casa.

Tanto o procedimento, sua técnica e as lentes intraoculares são de amplo conhecimento dos oftalmologistas aptos a realizar a cirurgia de catarata.

Quanto tempo dura a cirurgia de catarata?

O tempo da cirurgia de catarata varia de pessoa a pessoa, mas, em geral, dura em média 20 minutos.

Cuidados após a cirurgia

Após a cirurgia de catarata, o paciente retorna para casa e tem a indicação de permanecer sentado em local confortável. Normalmente a visão retorna ao normal em poucas horas, e o paciente volta a suas atividades normais após poucos dias, não podendo praticar atividades de impacto ou que tenham risco de impacto, como esportes, exercícios físicos ou dirigir. Além disso, outros cuidados devem ser tomados com os olhos, como:

  • Não esfregar;
  • Não coçar;
  • Não dormir sobre o olho operado nos primeiros dias pós-operatório;
  • Não realizar esforço físico.

Como é a recuperação após a cirurgia de catarata?

A recuperação vai depender de cada paciente, pois cada pessoa tem um tipo de catarata e um tipo de olho. Mas, em geral, após uma semana, a maioria dos pacientes já consegue voltar, aos poucos, as suas atividades diárias, e ao final de 30 a 45 dias, estão com os olhos bem recuperados da cirurgia.

É possível operar os dois olhos no mesmo dia?

Não é recomendado operar os dois olhos no mesmo dia, por tratar-se de uma cirurgia intraocular e existir a chance de infecções.

A lente-intraocular pode ser rejeitada pelo olho e/ou ser trocada?

As lentes intraoculares já são feitas para não haver rejeição, não havendo necessidade de troca ao longo da vida. Por isso, a importância de colocar uma lente de boa qualidade. Caso seja necessário por algum motivo realizar uma troca de lente intraocular, é preciso fazer outra cirurgia.

Atendimento Via WhatsApp

(62) 99346-1044